Docente(s) responsável(is):
Ementa:

Objetivos: 1) Discussão da ‘Odisseia’ de Homero. 2) Análise de narrativas, narradores e públicos internos ao poema. 3) Análise das cenas de reconhecimento.  

Credenciamento:
-
Linha de pesquisa:
Docente(s) responsável(is):
Ementa:

O objetivo desta disciplina é apresentar a construção da obra De oratore, de Marco Túlio Cícero, de diversos pontos de vista: de sua inserção no gênero dialógico romano; de sua inserção no opus rhetoricum de Cícero; das personagens do diálogo e de sua função dentro dele; da construção da verossimilhança, do decoro e da auctoritas das personagens; e de sua relação com as doutrinas das artes rhetoricae, de um lado, e com as doutrinas de Aristóteles e de Isócrates, de outro. Créditos: 08 Duração: 12 semanas

Credenciamento:
-
Linha de pesquisa:
Docente(s) responsável(is):
Ementa:

Fundamentada no conceito de pueritia, no seu lugar dentre as idades da vida (gradus uitae) em diferentes circunstâncias da história da República e do Império romano, bem como na sua relevância na constituição dos lugares-comuns (tópica), segundo os preceitos retóricos disseminados pelos tratados antigos, analisa-se como as distintas formas de representações da infância se constroem na prosa literária latina dos séculos I e II d.C., sobretudo nos textos de Suetônio, Quintiliano, e Plínio, o Jovem. Créditos: 08 Duração: 12 semanas

Credenciamento:
-
Linha de pesquisa:
Docente(s) responsável(is):
Ementa:

A partir da definição de reconhecimento (anagnórisis), dada por Aristóteles na Poética (IX, 1452a 30), estudar e debater o conceito, analisando seu emprego na obra de vários poetas gregos, notadamente Homero, Ésquilo, Sófocles, Eurípides, Aristófanes e Menandro. Créditos: 08 Duração: 12 semanas

Credenciamento:
-
Linha de pesquisa:
Ementa:

O objetivo da disciplina é apresentar as teorias lingüísticas latinas da Idade Média, período em que aquelas floresceram amplamente, assinalando em particular a diversidade das disciplinas do meio intelectual em que aquelas se desenvolveram. Pois, além das disciplinas tradicionais do trivium, a saber: da gramática, lógica e retórica, também a teologia serviu de base ao desenvolvimento das reflexões sobre a linguagem; por exemplo, sobre a linguagem dos anjos, as fórmulas sacramentais, os pecados da língua, a exegese, os nomes divinos, a inefabilidade, etc. O cruzamento das fontes “triviais” e teológicas produziu análises de grande originalidade, em particular, inovações maiores no plano “técnico”. A disciplina tentará apresentar, ao mesmo tempo, as fontes antigas do pensamento medieval e o modo como foram lidas e misturadas, e também as questões levantadas no contexto disciplinar, institucional, literário, doutrinal e as respostas oferecidas nos diferentes campos da produção do saber. Créditos: 04 Duração: 06 semanas

Credenciamento:
-
Linha de pesquisa: