Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

"A imagem das palavras e a palavra das imagens"

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Paulo Martins

Descrição: O Projeto de Pesquisa em questão está inserido na Linha de Pesquisa Discurso Teórico Greco-Latino do PPGLC do DLCV da FFLCH/USP. Seus objetivos são: 1) O mapeamento terminológico-conceitual das práticas artísticas plásticas e pictóricas da Antiguidade Clássica Greco-Romana, observando suas especificidades, diferenças e semelhanças, sob uma perspectiva diacrônica de suas aplicações e usos lingüísticos. 2) O levantamento e a análise de textos gregos e latinos que se referenciam a partir das homologias entre as artes visuais e as artes letradas. 3) A compilação e interpretação de mecanismos cognitivos, aplicados às artes visuais e textuais que se sustentem a partir da visualização perceptiva física ou anímica. 4) A leitura e a tradução de textos e tratados que pautem as práticas fisiognômicas na Antiguidade grega e romana. 5) A descritividade e a narratividade ecfrástica em chave genérica diversa. 6) Reflexão e análise da figuração discursiva histórica e poética. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (3) .

Integrantes: Paulo Martins - Coordenador / João Angelo Oliva Neto - Integrante / Melina Rodolpho - Integrante / Lya Valéria Grizzo Serignolli - Integrante / Cynthia Helena Dibbern - Integrante / Henrique Verri Fiebig - Integrante / Rosângela Santoro de Souza Amato - Integrante / Daniel Rinaldi - Integrante / Gustavo Borghi - Integrante / Bárbara Costa e Silva - Integrante / Mayara Pereira - Integrante / Ferando Gorab - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa / Pró-Reitoria de Pesquisa da USP - Bolsa.

 

Início: 2011

"A dinâmica da intertextualidade na obra poética do humanista português Antônio de Gouveia e em suas fontes clássicas".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Ricardo da Cunha Lima

Edição da obra poética quinhentista de Antônio de Gouveia (epigramas e elegias), com foco nas relações intertextuais de imitação de autores clássicos como Ovídio e Virgílio.

Observações: 

Início: 2010

"A Filosofia de Platão".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Adriano Machado Ribeiro

O projeto se centra na tradução dos diálogos de Platão, sobretudo naqueles em que se delimita a filosofia em contraposição aos considerados equívocos das práticas retóricas e poéticas, bem como contra o ensino sofístico. Além disso, busca na tradição que se diz ancorar em Platão os elementos de permanência dessas questões.

Observações: 

Início: 2012

"A Literatura helenística".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Fernando Rodrigues Jr.

O projeto tem por objetivo o estudo dos textos poéticos em língua grega produzidos durante o período helenístico (323 a 31 a. C.) centrando-se nas obras supérstites de Calímaco, Apolônio de Rodes e Teócrito. Por meio de uma discussão estética sobre a delimitação e a mescla dos gêneros poéticos como parte integrante de um programa poético, pretende-se abordar o tratamento dado à épica, ao jambo, à elegia, ao epigrama e à poesia bucólica a partir do conceito de arte alusiva aplicado à produção poética helenística.

Observações: 

Início: 2013

"A recepção dos clássicos no Renascimento"

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento

Este Projeto de Pesquisa visa a compilar, traduzir, comentar e analisar textos produzidos em língua latina no período conhecido como Renascimento. Assim, estudaremos os usos que os autores renascentistas faziam dos gêneros literários herdados da Antiguidade, assimilando-os, fundindo-os e adaptando-os. Neste projeto contemplamos não apenas os discursos que aplicam os modelos antigos a novas realidades (construção do ethos do nuntius em debates dogmáticos, a emergência da sátira em prosa, a aplicação do genus deliberatiuum em situações não previstas na Retórica antiga etc.) como também textos que discutem e teorizam essa nova prática. Daremos, assim, primazia a Erasmo de Rotterdam, cujos trabalhos discutem conceitos relacionados ao apte dicere e que, em suas polêmicas tanto contra os “bárbaros” escolásticos quanto contra os “ciceronianos”, redefiniu, na Idade Moderna, noções como uarietas, copia, decorum, imitatio etc. Trataremos ainda de temas como o latim como lingua franca e a relação entre Retórica e Cristianismo, bem como sobre o ofício literário em latim, em um momento histórico que tinha como cenário o já irreversível volgarizzamento. Este Projeto insere-se, portanto, na grande Linha de Pesquisa O Discurso Teórico Greco-Latino, na vertente a que hoje se dá o nome de Recepção dos Clássicos.

 

Início: 2015

"A tragédia de Eurípides: tradução e estudo".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Adriane da Silva Duarte

O objetivo desse projeto é o estudo e tradução das tragédias de Eurípides, visando relacioná-las a seu tempo e à cidade de Atenas.

Observações: 

Início: 2010.

"A vida mestra da história: fracasso e lucidez nos textos de Tucídides e Políbio"

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

Definição e exame da historiografia antiga elaborada por apostrátegoi com base nos relatos que Tucídides e Políbio produziram sobre os próprios fracassos políticos. Desenvolvimento em três etapas que pressupõem abordagem comparativa: análise do modo como Tucídides e Políbio rememoraram o respectivo insucesso; análise do refinamento da reflexão política de cada historiador implicado pelos juízos sobre outros estrategos; e análise da função sócio-política do apostrátegos escritor de história em seu contexto. Hipóteses fundamentadas em trabalhos de J. Thornton, para quem os aspectos culturais e retóricos desses textos se subordinam às finalidades políticas que cada historiador perseguiu ao escrever.

Início: 2014

Apoios: FAPESP, CAPES, CNPq (PQ/2014-6)

"Afrodite em Baquílides e Píndaro – a deusa e os dois últimos grandes mélicos gregos"

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Giuliana Ragusa

O projeto centra-se no estudo da representação de Afrodite na poesia mélica grega tardo-arcaica (séculos VI-V a.C.) em seus dois últimos grandes nomes,  Baquílides e Píndaro, a fim de analisar interpretativamente e traduzir as canções desses poetas e nelas a imagem da divina personagem. Eis o corpus de canções deste projeto que dá sequência a anos de estudo sobre Afrodite no gênero mélico: Baquílides: Epinício 5; Ditirambo 17; Píndaro: Odes olímpicas 1, 6, 7 e 10; Ode nemeica 8; Ode ístmica 2; Odes píticas 2, 4, 5, 6 e 9; Peãs 2 e 6; Frs. 122, 123, 217 [Snell, 1964; Snell-Maehler, 1987]. Ao refletir sobre esse corpus, adotarei a mesma perspectiva de pesquisas anteriores, articulando à análise dos textos dados interdisciplinares relevantes à sua compreensão e concernentes aos contextos histórico-culturais em que foram produzidos, bem como à sua circulação e transmissão até nossos dias.

Início: 2015

"Cícero e a perfeição oratória: estudo e tradução do 'Brutus'".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

O projeto se constitui de tradução completa com notas e um estudo do livro Brutus, ainda não divulgado em português. Nessa obra Cícero apresenta resumo da oratória grega e do desenvolvimento da técnica oratória seguido, mais extensamente, de um histórico da eloquência na Roma antiga. Dentre os mais expressivos trabalhos do orador, Brutus retoma também pontos apresentados em tratado anterior – De oratore – sobre a arte da palavra.

Observações: 

Início: 2013

"Conceito de physis nos tratados hipocráticos do século V a.C. e sua recepção no XIX"

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Henrique Fortuna Cairus

O projeto está inserido na linha "Uma história do conceito de physis" (UFRJ), e visa a aplicar os mesmos recursos teóricos e metodológicos da linha especificamente aos tratados do Corpus hippocraticum do século V a.C., com certa ênfase em suas reveberações em Aristóteles.

"Épica hesiódica e homérica".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
André Malta Campos

Estudos temáticos e/ou comparativos envolvendo os poemas Teogonia e Trabalhos e dias, de Hesíodo, Ilíada e Odisseia, de Homero, e os chamados Hinos homéricos, com o intuito de descortinar pontos importantes para a compreensão dessas obras, das relações entre elas e o modo como elementos seus aparecem em trabalhos posteriores ou em outros gêneros.

Observações: 

Início: 2007

"Estudo da organização dos livros das Odes de Horácio".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

Pretende-se investigar como Horácio organiza seus quatro livros de Odes. Primeiramente, será estudada a organização dos três primeiros que foram publicados conjuntamente, fato evidenciado pela relação tanto da res como dos uerba dos carm. 1, 1 e 3, 30. Tal investigação passa pelo estudo da métrica, dos modelos (arcaicos e helenísticos), das espécies, entre outros aspectos. Depois, numa segunda fase, será estudada a disposição do quarto e último livro das Odes, que parece dialogar com boa parte da produção anterior, fato evidenciado pelo carm. 4, 8, em que não só se refere ao primeiro conjunto lírico, mas também ao livro dos Epodos.

Observações: 

Início: 2012

"Estudo e tradução da poesia trágica de Sêneca".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

No estágio atual, este projeto visa à tradução e ao estudo de três peças do corpus trágico senequiano que tratam dos ciclos mitológicos dos Pelópidas e da guerra troiana: Agamêmnon, Tiestes e Troianas. Propõe-se uma tradução em versos metrificados, tendo, como critério geral, a busca de analogia com expedientes de elocução do texto original, relativos ao gênero estilístico próprio da tragédia antiga e a particularidades do estilo poético de Sêneca. O estudo abordará aspectos teóricos envolvidos na composição dramática grega e latina, referentes à forma e ao conteúdo, visando a explicitar elementos da poética subjacente ao texto.

Observações: 

Início: 2007

"Eurípides: teatro completo, estudo e tradução".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

Estudo e tradução do teatro de Eurípides como documentos literários da permanência e transformação do pensamento mítico no horizonte cultural e político de Atenas no século V a.C.

Observações: 

Período: 2009-2014

"Implicações sobrenaturais na tragédia de Sêneca: relações entre deuses e homens".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

Partindo do que se observa na tragédia grega e confrontando-a com a latina podemos depreender que, com referência às relações entre homens e deuses, há uma grande diferença entre os enfoques verificados nas obras trágicas pertencentes a ambas as literaturas. Na tragédia latina, ou seja, nos textos de Sêneca, há poucas aparições de deuses. As divindades quando são mencionadas ou operam com entidades às quais se dirigem súplicas e pedidos, ou são consideradas como seres superiores que protegem os homens, ou, ainda, como seres merecedores de críticas e censuras. A análise das tragédias senequianas – objeto de nosso projeto de pesquisa – permitirá um posicionamento mais rigoroso em face da questão.

Observações: 

Projeto cadastrado no CNPq e contemplado com Bolsa Pesquisa para o período 2012-2017.

"Investigando o teatro ateniense: sociedade, linguagem, performance"

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Adriane da Silva Duarte

2015-

O projeto tem como eixo a investigação do teatro praticado em Atenas ao longo do século V a.C., visando especialmente a tragédia de Eurípides e a comédia de Aristófanes. Propõe-se o exame da relação entre os gêneros dramáticos e a sociedade ateniense; sua intersecção com outros gêneros discursivos que operam na pólis; o caráter performático dessa produção; além de contemplar, igualmente, a tradução desse corpus para a língua portuguesa.

Integrantes: Adriane da Silva Duarte – Coordenadora
Milena Oliveira Faria, Karen Sacconi, Clara Crepaldi, Waldir Moreira Jr, Felipe Campos Azevedo, Edson Reis Meira

"Lições sobre metaplasmos e figuras".

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento

Objeto: lições de gramáticos e rétores gregos e latinos sobre metaplasmos e figuras e também sobre os vícios correspondentes, isto é, sobre barbarismos e solecismos. Finalidade: investigar os critérios que pautam a distinção entre metaplasmo e figura, e os que pautam a diferença entre virtudes (= metaplasmos e figuras) e vícios (= barbarismos e solecismos) do discurso; investigar a dependência de uma lição para outra.

Observações: 

Início: 2007

"Língua e poética grega e indoeuropeia".

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento

Objeto: estudo de aspectos gramaticais e discursivos da língua grega antiga, no propósito de verificar, ao longo da história, como eles são utilizados nos diversos gêneros englobados por poesia e prosa, inclusive para retraçar, com base no método comparativo, a possível origem indoeuropeia de determinados artifícios retóricos vinculados à gramática poética e a figuras mitológicas dessa tradição.

Finalidade: analisar, em estudos de caso específicos, como certos fatores linguísticos (sobretudo morfológicos, sintáticos, pragmáticos e retóricos) refletem-se nas obras e lhes afetam a interpretação. Será dada especial atenção, quanto à língua, a temas como aspecto verbal, partículas, coerência discursiva, formas dialetais etc.; quanto à poética, o propósito é traçar, quando possível, uma tipologia mínima de certos artifícios poéticos em diversos gêneros (poesia heroica, poesia sagrada, poesia mágica etc.).

Observações: 

Início: 2010

"Mito e dialética nos diálogos de Platão".

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento

Estudo sobre a permanência e transformação do pensamento mítico no horizonte do pensamento técnico e as homologias estruturais entre o pensamento mítico e pensamento filosófico nos Diálogos de Platão.

Observações: 

Início: 2007

"Mitógrafos gregos e latinos: Higino, Apolodoro, Ps.-Eratóstenes".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

Objeto: obras de Higino ("Mitos"; "Da astronomia"), Apolodoro ("Biblioteca"), Ps.-Eratóstenes ("Catasterismos").

Finalidade: investigar a dependência de uma obra para outra (p. ex., do "Da astronomia" para os "Catasterismos"), fontes comuns às obras (p. ex., aos "Mitos" e à "Biblioteca"), critérios que norteiam a organização dos mitos narrados (p. ex., critérios genealógicos), gêneros de interpretação dos mitos (p. ex., interpretação alegórica, racionalista, etc.).

Observações: 

Início: 2009

"O diálogo 'De ira' de Sêneca: estudo, tradução e notas".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

Projeta-se a tradução integral do diálogo De ira de Sêneca. O estudo deverá abarcar questões filológicas, teórico-literárias e filosóficas, com destaque para tópicos desse diálogo que tenham particular interesse para o estudo das tragédias de Sêneca, sobretudo no tocante à caracterização de personagens iradas.

Observações: 

Início: 2011.

Vinculado ao projeto "Textos filosóficos latinos: tradução e estudo".

"O hexâmetro dactílico português".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento

O projeto visa a arrolar todos os autores e todos os poemas portugueses, quer sejam originais, quer sejam tradução, que empreguem a reconstrução do hexâmetro datílico grego, atualizá-los às normas do português contemporâneo e anotá-los.

Objetivos: imediatamente repor em circulação autores e as modalidades do hexâmetro datílico vernáculo, que ulteriormente utilizado com variações por Carlos Alberto Nunes nas traduções que fez da Ilíada, Odisséia e Eneida, tivera floração no fim século XVIII e começo do XIX em Portugal. Mediatamente reunir informação teórica e prática sobre possibilidades tradução de autores antigos para fomentar a história da tradução poética da épica grega e romana em português.

Observações: 

Início: 2010

"Odisseu e a astúcia: uma interpretação da 'Odisseia'".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
André Malta Campos

O objetivo desta pesquisa é realizar uma interpretação da Odisseia centrada no seu herói principal, Odisseu, tomando seu mais destacado traço de caráter a astúcia (em grego, mêtis) como fio condutor para a leitura integral desse épico. O estudo pretende combinar três enfoques (desenvolvidos na pesquisa anterior), decorrentes de uma percepção particular da linguagem no interior da poesia homérica: o enfoque moral (segundo o qual os personagens.

Observações: 

Início: 2011

"Os Diálogos de Platão".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Daniel Rossi Nunes Lopes

Este projeto pretende estudar os diversos aspectos filosóficos e literários dos diálogos de Platão, com ênfase especial na tradução de sua obra.

Observações: 

Início: 2009

"Os gêneros antigos da poesia e sua tradução ao português".

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
João Angelo Oliva Neto

O projeto tem duas duas vertentes: a primeira visa a estudar o epos mais os três gêneros poéticos confins (elegia, iambo, lírica e epigrama) a partir, primeiramente, das teorizações da poética antiga e, secundariamente, a partir da retórica antiga. Em poética incluem-se as poéticas de Aristóteles e Horácio, as respectivas seções em Quintiliano, Dioniso de Halicarnasso, Pseudo-Longino; as respectivas seções dos gramáticos, dos metricistas, dos escoliastas e dos lexicógrafos. A segunda vertente contempla a teoria e a prática da tradução (poética e não-poética) de autores gregos e latinos; o estudo das traduções poéticas ao português realizadas a partir do século XVIII e a teorização antiga sobre tradução.

Observações: 

Início: 2007

"Pensamento ético-político grego dos sécs. V e IV a.C.".

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Daniel Rossi Nunes Lopes

Este projeto temático tem como intuito investigar as formas de reflexão sobre a natureza ético-política do homem nos diversos gêneros de escrita dos sécs. V e IV, em especial a sátira política na comédia de Aristófanes, o pensamento ético-político em Tucídides, os “sofistas”, a filosofia moral e política de Platão e de Aristóteles, e o modelo de educação de Isócrates.

Observações: 

Início: 2009

"Polifonia genérica e as representações do kleos na poesia homérica e no drama ático"

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Christian Werner

O presente projeto propõe a investigação da forma como a noção polissêmica de kleos (?relato oral, fama, glória?) é articulada na tradição épica grega e em sua recepção no drama ático. A investigação se deterá em dois momentos principais, a Odisseia de Homero e o teatro de Eurípides, especialmente Andrômaca, Héracles e O ciclope. Nesse conjunto de textos, as ações realizadas pelos heróis no passado são trazidas para o presente do receptor por meio de vozes diversas que se utilizam de discursos e gêneros discursivos distintos, que, por sua vez, revelam um mundo complexo e, eventualmente, fracionado, de forma que o kleos não implica somente elogio ou exemplaridade, mas permite o esboço de um problema que diz respeito à imagem que o público receptor faz de si mesmo e de seu passado. Das performances épicas na Grécia Arcaica às dramáticas na Atenas Clássica, as diferenças na forma como se constrói um mundo de feitos heroicos são grandes, mas a perplexidade diante da ligação entre a violência dos feitos e sua celebração e a interrogação dos fundamentos da rememoração são constantes.

Início: 2015

Apoio: CNPq

"Práticas Discursivas Gregas".

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Adriano Machado Ribeiro

O projeto busca mapear as práticas argumentativas e persuasivas na Grécia a partir, sobretudo, do uso mais efetivo da prosa como meio de expressão no V século a.C. Sendo assim, busca circunscrever a aplicação de argumentos persuasórios nos debates políticos da pólis; sua moldagem no assim chamado ensino "sofístico"; sua presença no discurso historiográfico; a utlização dela na rhésis da tragédia; sua eficácia em discursos oratórios, como o de Lísias e o de Demóstenes; sua formulação prescritiva no surgimento da téchne retórica no IV século; a configuração dela na "léxis" da "filosofia" de Isócrates em suas diferenças tanto em relação a Platão quanto aos sofistas.

Observações: 

Início: 2008

"Projeto Minimus, ano II: O grego e o latim no Ensino Fundamental Projeto de Cultura e Extensão da PrCEU da USP"

Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Paula da Cunha Corrêa

Projeto de Extensão e Cultura

Continuação do Projeto desenvolvido no ano passado, com os mesmos objetivos e na mesma EMEF Desembargador Amorim Lima.

 O projeto visa introduzir, como no ano passado, o estudo do latim e do grego, respectivamente no 6º e 4º ano do Ensino Fundamental, na grade curricular da EMEF Desembargador Amorim Lima. Pesquisas realizadas desde 1920 nos EEUU comprovam a eficácia do estudo do latim e do grego como forma de aperfeiçoar a proficiência dos alunos na língua materna, de facilitar a aprendizagem de outras línguas estrangeiras e de desenvolver o raciocínio lógico e o pensamento crítico (DeVane, A. K, 1997). Além disso, notou-se uma melhoria na autoestima e motivação desses alunos, provavelmente devido ao melhor desempenho nas matérias básicas (no caso, em inglês e matemática) e por causa da adquisição de noções de cultura clássica, às quais não tinham acesso. Portanto, o Projeto Minimus visa ministrar aulas de língua grega e latina, duas vezes por semana durante o período de um ano letivo e, além das aulas de língua, o Projeto inclui aulas "especiais", ministradas por docentes da FFLCH, sobre mitos, o teatro, a filosofia, a historiografia, a épica e a lírica da antiguidade clássica. Essas aulas oferecerão aos alunos uma introdução à mitologia e aos diversos gêneros literários, aos autores e às obras clássicas, ampliando os seus horizontes culturais e, ao mesmo tempo, motivando a aprendizagem das línguas clássicas.

"Quéreas e Calírroe: tradução e estudo do romance de Cáriton de Afrodísias"

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Adriane da Silva Duarte

2013-

A pesquisa visa a disponibilizar para o publico leitor em língua portuguesa, sobretudo o brasileiro, o romance de Cáriton de Afrodísias, Quéreas e Calírroe (I a. C. - I d. C.), contextualizando-o em seu tempo e gênero, de modo a contribuir para os estudos da narrativa em prosa grega. Propõe-se a tradução do romance e a redação de um ensaio de natureza introdutória, que situe e apresente a obra e o gênero, visando a suprir a ausência de edições e estudos em nosso país.

Integrantes: Adriane da Silva Duarte – Coordenadora

"Relações entre filosofia, retórica e poética em textos latinos".

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Sidney Calheiros de Lima

Neste projeto, busca-se estudar o modo como o discurso filosófico em latim se relaciona, em autores diversos, com a retórica e com a poética. Discute-se, de uma parte, como a prosa filosófica de Cícero, de Sêneca, dentre outros, lida com elementos normalmente estudados nos tratados de retórica. Pretende-se investigar em que medida esses autores associam o discurso filosófico ao discurso do orador, quando refletem sobre noções como ratio, por um lado, e como ethos, pathos e probabile, por outro; elementos que eles julgam, muitas vezes, ser constituintes do discurso próprio da filosofia. De outra parte, discute-se o modo como o pensamento filosófico encontra expressão poética nos latinos. Por um lado, quando é objeto de manifestas exposições, como no caso de Lucrécio. Por outro lado, quando forma como que o pano de fundo de obras que não se apresentam, de modo manifesto, como exposições sistemáticas de filosofia, como os sermones e as epistulae de Horácio, por exemplo. Investiga-se, ainda, no que se refere à relação entre poética e filosofia, as construções miméticas de que se servem os autores nos textos que discutem, expõem ou apenas mencionam doutrinas filosóficas.

Observações: 

Início: 2012

"Retórica e oratória na Roma antiga"

Linha de Pesquisa: 
Discurso teórico greco-latino
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Adriano Scatolin

Estudo e tradução de discursos e textos teóricos antigos sobre retórica e oratória.

Início: 2016

"Textos filosóficos latinos: tradução e estudo".

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Sidney Calheiros de Lima

Neste projeto, o objetivo é traduzir para o português textos filosóficos compostos em latim; além da tradução, empreende-se o estudo do texto, que pode ter caráter linguístico, filosófico e histórico-cultural. O objeto de estudos constitui-se, principalmente, de exposições sistemáticas de filosofia, mas são contempladas outras obras que, ainda que de natureza distinta, servem-se de doutrinas filosóficas em sua composição.

Observações: 

Início: 2012

"Tradução da poesia e da prosa grega"

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
André Malta Campos

Reflexão sobre a prática de verter para o português obras gregas antigas (em verso e prosa), em que se toma o ato de traduzir como instância capaz de iluminar características do original, no nível semântico e formal.

“Os mitos de Estesícoro: comentários aos fragmentos”

Linha de Pesquisa: 
Poesia e prosa greco-latina
Situação: 
Em andamento
Docente(s): 
Paula da Cunha Corrêa

Projeto PQ-CNPq

O estudo dos fragmentos de Estesícoro (tradução e comentário) com ênfase nos mitos narrados, ou aos quais o poeta alude.